Visitas

domingo, 6 de novembro de 2011

- ausência indeterminada

Eu só vim aqui para dizer que eu sinto sua falta

uma menina com mais ou menos 4 anos, aconchegasse nos seus lençóis da cama, e mais uma vez o seu pai vai aconchega-la, tapa-a suavemente, da-lhe mais um beijinho, e lê-lhe uma historia, isto era assim todos os dias, já sem mãe, o pai era o seu único refugio, o seu único abrigo, mesmo assim, com a ausência de seres mais que necessitados para uma criança tão pequena, está mesmo sem saber o que era ter uma mãe nunca deixou de sorrir, mas algo mudou, nesta mesma noite ao mesmo tempo que o seu pai lhe lia uma historia de princesas, ai ela pergunta com uma voz suave e com um sorriso inocente :
papa, os contos de fadas são reais, tornam-se realidade?
o pai de imediato responde:
por mais que tu sejas uma princesa, os sonhos que tu idealizares não se iram realizar só porque tu os caracterizas por sonhos
menina: e então ara onde vão as princesa papa?
pai: para onde forem os príncipes, mas princesa, os príncipes que fores encontrado, não servem só para serem bonitos, serviram para te fazerem feliz para realizarem os teus sonhos, aqueles que temes pelas tuas palavras que não se realizem .
menina: a mãe era a tua princesa?
pai: não princesa, não era, era a minha rainha
menina: papa, nunca me vais deixar por não? vais ser tu o meu príncipe não vais? melhor, vais ser o meu rei para sempre não vais?
pai:  princesa, eu estarei sempre contigo, e mesmo que não seja ao pé de ti, será sempre no teu coração acredita que sim .
menina: promete-me que nunca me iras deixar sozinha papa
pai: prometo minha princesa, ficaremos sempre juntos
ao dizer isto, abraçou-a e olharam mais uma vez ambos para uma miniatura que redonda lá dentro tinha neve e um ursinho, quando se abanava os pedaços de neve mexiam-se muito, aquele objecto era algo que significava muito para ambos. mas esta noite não ficou por aqui, ouve um tremor de terra, está menina vivia com o seu pai a sua madrasta e as suas duas filhas, o seu pai levanta-se e apressadamente diz que volta já, que apenas as vais buscar, assim, não se perderam 3 vidas, perdeu-se apenas 1, ele não voltou.
e agora eu! sim estas comigo, mas todos os dias sinto uma ausência inorme, eu também queria saber como é me deitar contigo, adormecer contigo, também gostava de saber como é dormir aconchegada com as tuas palavras com os teus carinhos, com o teu abraço, queria saber o que é chegar a casa e discutir contigo, queria saber como é apresentar-te aos meus amigos, queria saber como seria se estivesses aqui comigo, connosco como tudo seria. queria saber como seria ter um pai presente, o pior é que apenas sei o que é ter um pai ausente! por mais que estejamos muitas vezes juntos, não é o suficiente. pois sinto que não me conheces como filha.
amo-te!

16 comentários:

p. disse...

isso às vezes é o mais complicado,

p. disse...

si, vou tentando

Dani disse...

obrigada querida, sigo também (:

Princess disse...

eu sei o que é isso,o meu pai também é assim,mas tento viver e acredita que ele nunca me tratou como esse pai no texto, o meu pai diz que me ama...


Gostei e obrigada também sigo, beijinho fofinha*

Princess disse...

"(...)o seu pai vai aconchega-la, tapa-a suavemente, da-lhe mais um beijinho, e lê-lhe uma historia(...)" ele nunca foi capaz de me fazer isto e nem um beijo me vem dar quando vou dormir:S

EBA ☮ disse...

Não querida, não tem nada a ver com a minha realidade a história. Apenas tenho de entrar nas personagens para a conseguir continuar a escrever.

p. disse...

muito obrigada*

Princess disse...

acredita que tento, mas não basta que seja eu a querer ele também tem que querer e sempre que me diz amo-te dificilmente sou capaz de retribuir apenas por sinto que não é verdade que ele não tem orgulho na filha que sou(...):X

Princess disse...

é a primeira vez que quero desistir de algo, mas sempre que me dão força e me apoiam eu volto a erguer a espada e continuo a lutar na batalha, mesmo ferida a vontade e destruir o inimigo continua


Obrigada fofinha*

disse...

vou seguir também :)
gostei muito do teu blogue :)

Princess disse...

Obrigada pelas tuas palavras fofinha ajudaram-me imenso, sinto-me muito melhor por hoje ter conseguido mais um objectivo

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

está lindo (: sigo*

disse...

de nada (:

Filipa disse...

Oh obrigada querida.
Gostei muito do post, mesmo (;

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

obrigado querida, a sério (:

(in)felicidade disse...

que bom que sim, obrigada :)