Visitas

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

- algo inexplicável




vejo o meu reflexo na agua, numa sombra, vejo-me no espelho, e sempre que me olho gosto do que vejo, gosto do que transmito, gosto essencialmente do meu sorriso que é praticamente o que eu reparo mais, sempre que me olho não gosto de lágrimas, não gosto da forma que elas me deixam, não gosto de arranjar porquês para estar daquela forma, e a maior parte das vezes estou feliz, estou bem, melhor, quase sempre estou com um sorriso enorme, porque quero, porque amo te-lo em mim, porque luto, porque me faz feliz, mas por vezes e sem eu sequer saber o porque as coisas não são assim, eu não tenho todos os que quero comigo, eu não tenho tudo o que quero comigo, eu não sei certas coisas que gostava de saber, o meu desejo desde pequenina que mordia as velas de aniversario não se realizou porque sempre que peço um desejo é sempre o mesmo, não porque acho que se vai realizar mas sim porque faz-me estar numa ausência inocente, isto não depende de mim, depende de outras pessoa, no entanto a muito que não via uma lágrima a cair-me até hoje, não digo que há muito não me sentia menos bem porque é mentira, desde que te afastaste de mim eu não estou bem, e ver-te todos os dias passares por mim queres vir falar e não poderes não me deixa muito melhor, mesmo assim prometi só escrever de ti quando fosse boas noticias e assim vai ser, pois só ainda não resolvi as coisas contigo, porque ainda não tive oportunidade.
hoje acordei com um sorriso diferente, mais murcho mas com uma cara mais alegre, hoje estavam trocados, mais tarde chego a casa e recebo uma chamada tua, gosto, mesmo assim ou iria durar pouco, ou iria acabar mal, mas não ou quase que não, olho pela janela, estava um pouco escuro, o sol já te tinha posto, mas vi-te  no outro lado da janela a olharmos para a mesma direcção, olhava para ti, olhavas para mim e o nosso olhar cruzava-se num ponto pelo menos a meio  depois o meu olhar ia para ti e o teu vinha para mim, ainda ao telemóvel, desci e fui-te dar um abraço, estava com saudades tuas, saudades do teu abraço, não eram saudades de te ver, mas sim de estar verdadeiramente bem contigo, saudade de partilhar algo contigo de socorrer a ti como dantes, sim vejo-te todos os dias mas hoje estava assim, hoje estava mais frágil, mas hoje assim foi, falamos de algumas coisas, as quais gostávamos ou não, mas não te disse tudo, pois fui embora de uma forma apresada pois mais um pouco e uma agua molhada fina e em pedacinhos cairia-me pela cara, não foi ao pé de ti mas foi depois, segundos depois, não gostei, gosto de  ver o oceano onde está, gosto de entrar para dentro dele e eu própria sentir-me molhada, não gosto quando me está apenas numa parte do corpo e muito menos a cair de forma incorrecta e precipitadamente! pedi-te confiança hoje tivemos, pedi-te sinceridade e hoje esclarecemos, no entanto não sei porque tenho vontade de chorar quando ouço certas coisas da tua boca, tremo cada vez que me abraças, porque hoje tive vontade de chorar ao pé de ti, mas não sabia a razão, hoje senti-me segura ao pé de mim mas não te disse tudo, soube mais um pouco de ti, e hoje eu senti que houve uma partilha, não ouve zangas não ouve discussões, mas mesmo assim não te disse tudo, talvez o mais importante ficas-te tu a desconhece-lo e talvez eu própria também não saiba, sei que não é amor, mas é um cumplicidade estranha, é um sentimento verdadeiro, diferente, e que não me deixa estar longe de ti, preciso de um pouco mais para socorrer a ti, preciso de um pouco mais para ter mais confiança, independentemente de seres diferente não sei o porque de ter medo de socorrer a ti, de te chamar, de te ligar quando preciso de mandar uma mensagem com um simples smile triste, não sei porque tenho medo de te dizer as coisas, sempre estives-te comigo, sempre me ajudas-te sempre me fizeste feliz, e sempre me puseste um sorriso, não sei o que se passa agora mas sinto-te mais importante para mim e isso faz-me querer ter mais cuidado contigo. pergunto-me se sei o que sinto e o que se passa mas não quero ir a procura ou se simplesmente não sei. só não me quero magoar, só não quero estar como hoje ao fim do dia, só não quero que isto interfira em nada, pelo contrario ainda nos una mais!
p.s: eu estou feliz, e sou feliz, mas preciso de ti ao meu lado para contribuíres  

62 comentários:

BS * disse...

Obrigada Sofia, é importante saber o que os meus seguidores acham dos meus textos e do meu blog * :)

laura magalhães disse...

adoro! sigo-te *

laura magalhães disse...

é sem dúvida um bom blog :')

Maria Francisca Almeida Gama disse...

gostei!!!
sigo, beijinhos Francisca*
http://franciscagama.blogspot.com/

laura magalhães disse...

de nada zx

inês* disse...

não deixarei minha querida ♥

inês* disse...

não mesmo !

inês* disse...

lado ? não entendi :s

inês* disse...

não estou a perceber :$

BS * disse...

Sim, considero. Porque no final de contas foi ele que construiu este muro que eu agora ergo a todas as pessoas que tentam entrar na minha vida. Foi ele que me moldou a personalidade de forma tão vincada. De certa forma, agradeço-lhe o facto de ele ter aparecido na minha vida.

Sarafaela disse...

O amor é uma coisa incompreensível ...

- MartaRibeiro * disse...

Obrigada pela opiniao querida .

inês disse...

muito obrigada; adorei o teu blog, vou seguir-te :)

Sarafaela disse...

Sim tenho, por um lado é o que quero fazer, mas por outro tenho medo :$

inês* disse...

é melhor , é melhor , ahah :$

Filipa Amaral disse...

que lindo! gostei muito, querida! beijinho*

- MartaRibeiro * disse...

Pois o problema e mesmo esse :s

mariana. disse...

Adoro o blog, sigo :)

Catarina disse...

pois é :)
adoro o teu texto!

inês* disse...

só mesmo enFIM sofia |:

andreiag disse...

muito obrigada (:

inês disse...

obrigada pelas palavras e pela opinião acerca dos meus textos :) Eu sei que sim, mas também existem pessoas que nos marcaram imenso e nunca mais irão voltar!

beatrizpereira disse...

adoro o teu blog :o

soraiacfontes disse...

vou fazer isso, já tenho a história mais ou menos estruturada na minha cabeça :)

Filipa Amaral disse...

infelizmente não foi comigo que aconteceu, mas gostava que aquilo me acontecesse! de nada, minha linda!*

Sarafaela disse...

É eu sei, mas o meu problema é que eu tenho um pouco dos dois .

Filipa disse...

Eu tenho uma forma muito própriaa de amar: se o amo, automaticamente confio plenamente nele e na nossa relação e se valer a pena dou tudo por ela. Tenho de pensar no presente, não vou pensar no futuro,nem viver com receios e medos por causa do futuro. Quando o futuro chegar tudo se soluciona.
Mas muito obrigada por tudo querida e também gostei muito do que escreveste (;

Filipa disse...

Ah e também criei uma página no facebook para o meu blog, se quiseres visitar ou gostar: http://www.facebook.com/#!/pages/Pontas-de-Ternura/179129428847063

- MartaRibeiro * disse...

ora ai está estas a confundir , nao fui eu que fiz ou deixei de fazer ;s

sofia. disse...

adorei o texto , de verdade :)

beatrizpereira disse...

gostei mesmo do que disseste, obrigado *

Sarafaela disse...

eu acredito e sim é verdadeiro, mas acredito menos em mim no que neste amor ... :$

Soraia Loureiro disse...

oh obrigada minha fofinha, gostei imenso do que li

sofia. disse...

claro , mas neste caso é por ele ter outro amor :)

beatrizpereira disse...

sim, talvez tenhas razão :x

' dianasilva disse...

Ainda bem que gostas-te (:

- MartaRibeiro * disse...

Obrigada querida (:
foi algo que alguem de quem gosto muito fez , só isso ;s

Leonor* disse...

ás vezes é dificil , quando temos que encarar todos os dias com essa pesso :s

Obrigadooo :) Gostei bastante do teu texto , aserio +.+

Adriana disse...

obrigada :)
vou seguir também, escreves mesmo bem :')

Francisca. disse...

obrigada por me seguires também. Infelizmente não é assim tão simples esquecer algo e alguém. Ainda assim , obrigada pelo teu apoio .
Francisca.

p. disse...

obrigada!

beatrizpereira disse...

pois , talvez estejas mesmo certa :s

- MartaRibeiro * disse...

Pode-se resolver e está nesse caminho mas jamais irei esquecer ;\ , ..

beatrizpereira disse...

acho que nem eu própria sei :s

Maria Inês disse...

Obrigada por tudo querida, és um doce *.*

mb ♥ disse...

até lhes "sussurrei bem alto" para eles virem, e depressa. mas não sou só eu que tenho que querer. do outro lado tb tem que haver o mm desejo.. de que adianta lutar sozinha, ainda por cima por alguém que nem quer saber?

inês disse...

concordo plenamente com o que disses-te no comentário que me fizes-te.. mas a verdade é que custa, custa muito! :/

Joana'S disse...

obrigada pela força... mas aconteceu assim algo inexplicável de um segundo para o outro!
podes me dizer o nome da música do teu perfil pf?
sigo*

Francisca. disse...

mas sabes que momentos passados ficam para sempre e por mais que não queiram vão influenciar na minha felicidade.
obrigada querida <3

inês* disse...

tu comentaste o meu blog , a dizer como tens razão , no post em que disse que ' e ás vezes as pessoas são falsas e mentem. ' e eu disse-te ' só mesmo enFIM ' porque apesar de tudo de sabermos isto , não há nada a fazer , é só mesmo enFIM

Filipa Amaral disse...

eu gostava que sim, princesa! :)

r i t a m a r i a disse...

obrigada (:

está muito bonito. **

Filipa disse...

Sim eu entendo o que querias dizer (;

simple mind disse...

obrigada tbm já sigo :)

Adriana disse...

tenho sempre cuidado, mas nunca se sabe :)

jennifer disse...

A-M-O!

inês* disse...

não mesmo

lena disse...

ADORO, está tão lindo **
tmb sigo fofinha e obrigada (:

Joana'S disse...

o meu querer é mesmo, e estou a lutar por isto pelo inicio do ano, mas de repente, acontece coisas que ninguém consegue explicar e entender, nem eu!
obrigada

milene mateus. disse...

obrigado :) também te sigo *

Saraaaa * disse...

adoreii, está lindo :)
sigo *

beatrizpereira disse...

eu corri, e não valeu de nada :s