Visitas

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

- passado, presente & futuro


olho para o relógio e ouvir um « tio, tac » é algo que me irrita, o som dos ponteiro do relógio, o sentir do tempo a passar segundo a segundo, é algo que me irrita, isso leva-me a uma realidade que uns simples cliques dominam, ou predominam  sendo que cada segundo que passa é mais momento passado, e ou nós decidimos leva-los connosco para o presente, lutarmos por eles no futuro ou então simplesmente deixar que cada segundo o leve, como um pequena onda leva imensas conchas que permanecem na costa, desta forma há coisas iguais a comparar com o mar. imagino então que cada concha é um pedaço de momentos que passei, e são cada um é levado segundo a segundo para o mais enorme mar, pode voltar, ou não mas que está sempre presente isso estará, tal com tu estas presente no meu passado, no meu presente, e quero também no meu futuro.
estives-te no meu passado, não começamos da melhor maneira mas ao decorrer do tempo foste te tornando alguém que amo, alguém incensial na minha vida, alguém que me protege, alguém que me faz sorrir, e ter um frio na barriga cada vez que ouço o telemóvel vibrar e aparece o teu nome, nesta corrente quero que o mar me leve a ti, como se me levasse a maior felicidade do mundo, pois o meu presente está quase muito bom, estarei feliz quando te tiver a ti como quero, e quando descobrir com te quero. preciso que partilhes comigo os teus medos, os teus desejos, as tuas inseguranças, quero que recorras a mim sempre que precisares, como fazias dasntes mas agora muito mais, com muito mais a vontade e com toda a cumplicidade que criamos, porque juntos ambos sorrimos da mesma forma, e sentes algo que mexe comigo de uma forma estranha, não é amor, mas é algo que por vezes me faz sentir triste, tal como se tivesse apaixonada, por ti, um ser que ainda não conheço completamente, pois quando recorrer a ti como recorro a um melhor amigo, quando correr para ti como corro para o mar, assim que te chamar como chamo a um protector, ai sim, eu vou descobrir o que sinto. mesmo assim cada palavra desconhecida, é um sentimento que me faz intrigada, e feliz de certa forma, pois nem no passado nem no presente fui infeliz, pois sempre lutei e luto por tudo, e nem só por uma vez irei encarar que sou infeliz, porque apenas eu decido isso, e eu escolhi que o caminho que seguirei sempre é a felicidade!
amo-te de uma forma especial 

32 comentários:

e.c ♥ disse...

muito obrigada princesa :D

CM disse...

gostei muito :)

(in)felicidade disse...

siiiim *-*

mb ♥ disse...

talvez, mas já me cansei de esperar por sinais que nc chegaram a vir s:

soraiacfontes disse...

oh, achas? *.*
é o que estou a fazer, estou a juntar coisas que vivi com coisas que gostava de viver e penso que todas as raparigas também :o
chama-se "grande c", acho eu xd

p. disse...

mas há coisas que já não podem ser modificá-las...

CM disse...

:) de nada*

Sarafaela disse...

Eu sei que não posso apagar nada aquilo, mas ás vezes o passado custa tanto que só me apetece apagar isso tudo e tentar ser feliz a partir de onde foi apagado ...
É verdade!

cláudiasofia. disse...

o problema é mesmo quando não é verdadeiro.

catarina disse...

obrigada querida :')

Sarafaela disse...

O único problema é que eu preciso do passado para ser feliz $:

s disse...

Está tão lindo querida. :')

p. disse...

como coisas que deveria ter dito no momento e se calhar agora as coisas não estavam assim, se calhar ainda teria pessoas por perto...

cláudiasofia. disse...

dou muita importância a pequenas coisas.

cláudiasofia. disse...

isto é algo que vai mudar com as vezes que me vou magoando. :)

(in)felicidade disse...

tu fazes-me perguntas estranhas s: é claro que estou bem...

vera • disse...

concordo plenamente :)
adorei.

Sarafaela disse...

É exactamente esse o meu problema :C

Francisca. disse...

wow, gostei tanto do teu blog!
vou seguir *

SofiaSilva. disse...

Acho que é o medo de sofrer que me impede de lutar, de tentar, de arriscar. Acho que é.

(in)felicidade disse...

mas eu estaria mais tempo com ele noutro dia como, por exemplo, ainda agora estive :b

cláudiasofia. disse...

não. presumo que ninguém gosta de sofrer, e eu muito menos.

(in)felicidade disse...

então é por isso que eu estava a achar as tuas perguntas estranhas q:

vera • disse...

penso que sim :s

Sarafaela disse...

Isso também eu gostava de saber ... algo me impede

Sofia ☮ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sarafaela disse...

Nem muito longe nem muito perto, mas o problema é mesmo meu, ele não tem nada a ver com isso :C

cláudiasofia. disse...

eu luto em conta com as minhas possibilidades, se não são correctas, peço desculpa.

(in)felicidade disse...

exactamente :p

vera • disse...

sim querida :)

cláudiasofia. disse...

serei, com certeza. obrigada pela preocupação*

- MartaRibeiro * disse...

muito lindo mesmo , sigo , segues-me ? (':